Cuidados redobrados para pele oleosa e com acne

Oi gente tudo bem? Hoje eu vim aqui dar umas dicas que eu uso também sobre os cuidados com a pele oleosa com acne, que é o meu caso, vamos lá:

DICA 1

Higiene na medida certa

A higiene diária da pele oleosa ou acneica deve ser realizada com sabonetes líquidos, em barra ou em gel, que contenham em sua formulação agentes que removam a oleosidade da pele e o ácido salicílico, para diminuir a formação de cravos. A limpeza da pele deve ser realizada de forma equilibrada, pois a lavagem em excesso pode provocar sensibilização ou mesmo efeito “rebote” (com maior produção de gordura pela pele). Deve-se evitar produtos com fragrância que possam contribuir para irritações, que eventualmente ocorrem com tratamentos antiacne. A pele oleosa deve ser tratada com agentes que estimulem a renovação celular (ácido salicílico e outros alfa-hidroxiácidos) e protegida diariamente com filtros solares livres de óleo (oil free) e que tenham a propriedade de controlar o brilho e a oleosidade excessiva da pele (ação matificante). Nos casos de acne, o dermatologista irá indicar o tratamento específico que pode ser associado às medicações de uso oral.

DICA 2

A importância da hidratação

É importante encontrar o equilíbrio da pele oleosa/acneica. Por agressões externas (clima frio e seco) ou em virtude de tratamentos específicos para acne com ácidos ou isotretinoína oral, a pele oleosa/acneica pode desidratar. É importante escolher hidratantes que não obstruam os poros, não contenham óleo (oil free) e não provoquem cravos (não-comedogênicos). Com estes cuidados, evita-se que a pele fique com um aspecto oleoso e que a acne piore. Deve-se preferir hidratantes em loção, emulsão ou gel-creme, pois têm textura mais leve e suave do que os cremes concentrados. Os hidratantes devem ser livres de fragrância (fragrance free), para evitar a sensibilização da pele, especialmente em casos de tratamento concomitante para a acne. Alguns hidratantes podem conter substâncias que evitam a formação de cravos, como o ácido salicílico, e podem estar combinados com filtro solar, para evitar que as espinhas deixem marcas escuras com o sol do dia-a-dia.

DICA 3

Fotoproteção adequada

A radiação ultravioleta dos tipos A e B pode provocar queimaduras, redução das defesas naturais e imunológicas da pele (imunossupressão), envelhecimento precoce e câncer da pele. Para evitá-los é fundamental o uso do filtro solar com  FPS e  PPD adequados, recomendados por seu dermatologista. Hoje, há uma gama enorme de filtros solares que, além da fotoproteção, oferecem benefícios adicionais que atendem às necessidades dos diferentes tipos de pele. Para peles oleosas e com tendência à acne, é possível contar com protetores solares que auxiliem no controle do brilho, por meio de ações antioleosidade e antiumidade.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s